Compartilhe!
Share on Facebook50Share on Google+0Tweet about this on Twitter3Pin on Pinterest0Share on LinkedIn0

Normalmente, quando um empresário tem interesse em assumir ou aproveitar o registro de uma empresa antiga, que se encontra inativa, é porque ele deseja usufruir o benefício de crédito bancário ou cumprir algum pré-requisito para licitação pública por tempo de existência de CNPJ.

 

Crédito Bancário

Na prática, sobre a questão do crédito bancário por causa da idade da empresa, é quase impossível conseguir porque o banco não vai emprestar o dinheiro apenas por se tratar de uma empresa antiga. Muitos outros aspectos são avaliados para o banco ceder crédito a uma empresa.

 

Licitações

Já no caso da licitação pública, se o tempo de existência do CNPJ é um pré-requisito e você pretende participar, então há vantagem sim em reaproveitar uma empresa.

Mas é importante tomar algumas medidas para não haver futuros problemas como, por exemplo, fazer todos os levantamentos necessários junto à Receita Federal, Prefeitura e Estado. É importante também emitir as certidões negativas e procurar o Ministério do Trabalho para ver se há alguma questão trabalhista pendente.

Se o seu objetivo em abrir uma empresa não contempla participação em licitações, então, a minha recomendação é que você abra uma empresa do zero mesmo.

O custo para legalizar ou fazer uma alteração contratual é praticamente o mesmo de reabrir uma empresa inativa ou iniciar uma do zero.

 

Assista ao vídeo abaixo, onde eu falo sobre abertura de empresa mais detalhadamente.

 

 

[Vídeo] O que é melhor: abrir uma empresa nova ou usar o registro de uma inativa?
5 (100%) 5 votos
Compartilhe!
Share on Facebook50Share on Google+0Tweet about this on Twitter3Pin on Pinterest0Share on LinkedIn0