Compartilhe!
Share on Facebook32Share on Google+0Tweet about this on Twitter2Pin on Pinterest0Share on LinkedIn0

Profissionais liberais, algumas vezes, são confundidos com autônomos. Entretanto há diferenças entre essas categorias.

O profissional liberal pode ter vínculo empregatício com uma ou mais empresa e até mesmo ser equiparado à pessoa jurídica.

Encaixam-se nesta categoria apenas aqueles que possuem qualificações e certificações como: médicos, engenheiros, advogados, dentistas, professores, etc. Já os autônomos trabalham por conta própria e podem prestar serviços para diversos segmentos.

 

Os Profissionais Liberais estão sujeitos a algumas obrigações acessórias:

Carnê-Leão: O recolhimento do carnê-leão será obrigatório sempre que houver rendimentos recebidos de pessoa física ou do exterior;

DIRPF: A partir do ano de 2016, é obrigatório informar, na Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, além do CPF de cada cliente, discriminar os valores separadamente;

DIRF: Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte.

 

Profissional Liberal como empregador

Quando o profissional liberal decide contratar empregados, ele precisa se cadastrar na Previdência Social através do cadastro especifico do INSS – CEI.

A abertura da matrícula CEI é necessária a fim de equiparar o profissional liberal pessoa física a uma empresa.

Com o cadastro, o profissional é equiparado à empresa e fica sujeito a cumprir, além das obrigações fiscais, outras obrigações necessárias à contratação de empregados.

Sendo assim, o empregador profissional liberal, fica responsável por realizar as anotações na carteira de trabalho dos empregados, atualizar o livro de registro, recolher as contribuições previdenciárias sobre a folha de pagamento, informar CAGED, RAIS, GFIP, além de recolher FGTS e as contribuições sindicais dos empregados.

 

Um bom profissional contábil poderá lhe auxiliar nas prestações de contas e também na rotina administrativa.

Quem pode ser classificado como profissional liberal
5 (100%) 21 votos
Compartilhe!
Share on Facebook32Share on Google+0Tweet about this on Twitter2Pin on Pinterest0Share on LinkedIn0