Compartilhe!
Share on Facebook336Share on Google+0Tweet about this on Twitter3Pin on Pinterest0Share on LinkedIn4

O e-Social é um projeto do governo federal que pretende unificar o envio das informações prestadas pelo empregador em relação aos seus empregados.

Essa iniciativa também vai afetar a forma como as igrejas enviam informações contábeis e financeiras, na qualidade de empregador, de seus empregados e autônomos.

A principal mudança para as igrejas é com relação à Prebenda Pastoral, ou seja, a remuneração que o pastor recebe e ainda outras obrigações previdenciárias e fiscais.

 

O que muda para igrejas e pastores com as novas regras

A partir de 2018 as igrejas deverão enviar corretamente estas informações ao e-Social para que o Pastor ou Ministro, em algum momento, possa solicitar benefícios da previdência social, auxílio doença, pensão ou aposentadoria.

Vale lembrar que neste momento é muito importante a assessoria de um escritório contábil especializado e experiente na contabilidade de igrejas para garantir o cumprimento correto desta nova obrigação e evitar problemas.

 

>> CLIQUE AQUI para saber quanto custa abrir ou regularizar o CNPJ para sua igreja e conseguir os benefícios fiscais!

 

Como funciona o e-Social

O projeto e-Social é uma ação conjunta dos seguintes órgãos e entidades do governo federal: Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB, Caixa Econômica Federal, Instituto Nacional do Seguro Social – INSS e Ministério do Trabalho – MTb.

Trata-se da digitalização das informações fiscais, previdenciárias, trabalhistas, apuração de tributos e FGTS e ainda a padronização da folha de pagamento, que serão transmitidos utilizando Certificado Digital válido do tipo A1 ou A3.

As igrejas precisarão se estruturar para atender a essa nova demanda, possuir certificado válido tipo A1 ou A3, além de contratar a assessoria especializada de um escritório contábil para gerar as informações dos eventos que compõem as relações de trabalho e transmiti-las para o sistema de controle do governo por meio do e-Social.

 

Se você ficou com alguma dúvida ou quer mais informações sobre contabilidade especializada para igrejas, entre em contato agora!

 

Que tal reduzir em até 30% a conta de luz da sua igreja? [Clique aqui]

 

A Receita Federal quer saber quanto ganham os pastores
5 (100%) 5 votos
Compartilhe!
Share on Facebook336Share on Google+0Tweet about this on Twitter3Pin on Pinterest0Share on LinkedIn4